O ministro da Saúde, Nelson Teich, desabafou com alguns amigos que está difícil conciliar os desejos do presidente Jair Bolsonaro — de uso da cloroquina e flexibilização do isolamento — com o que é possível fazer dentro dos recursos disponíveis no país e o que preconiza a ciência.

Há quem diga que essa situação é a segunda temporada do seriado “Saúde na corda bamba”.

Correio Braziliense

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: