O homem suspeito de ser o “patrão de uma das maiores associações criminosas” atuante no Aglomerado da Serra, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi preso pela Polícia Militar (PM) na manhã desta quarta-feira. Ele foi encontrado em uma casa de alto padrão em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O suspeito é procurado pela polícia há um ano. Ele tinha mandado de prisão em aberto desde 2018.

“Trata-se de indivíduo de alta periculosidade e um dos patrões de associação criminosa”, informou a Polícia Militar.

Ele ainda seria o mandante da ordem para derrubar câmeras do “Olho Vivo”, localizadas no aglomerado, para atrapalhar as operações policiais. O homem, que não teve o nome divulgado, foi encontrado em uma casa de de luxo nesta manhã, no Bairro Bairro Duque de Caxias.

Foram apreendidos: R$100.560,00; uma pistola .38; 57 e munições do mesmo calibre, além de dois relógios de marca.

Estado de Minas

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: