A militante bolsonarista Sara Winter, líder do movimento conhecido como ‘300 do Brasil’, foi presa na manhã desta segunda-feira, 15, durante uma operação da Polícia Federal em Brasília. Winter é alvo do inquérito das fake news, conduzido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), com relatoria do ministro Alexandre de Moraes.

Durante o fim de semana, o grupo de Winter esteve envolvido em uma série de atos contra o STF e o Congresso. No sábado, 13, o governo do DF desmontou o acampamento bolsonarista na Esplanada dos Ministérios. Além de descumprirem o decreto de isolamento em vigor na capital federal, os ‘300 do Brasil’ também são alvo de investigações do Ministério Público por suspeita de porte de arma.

Ex-assessora de confiança da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, Winter protestou contra o fim do acampamento pelo Twitter. “Hoje às 6 (horas) da manhã a PMDF junto à Secretaria de Segurança desmantelou baixo (sic) gás de pimenta e agressões. Barracas, geradores, tendas, tudo tomado à força! A militância bolsonarista foi destruída hoje. Presidente, reaja!”

Após o desmantelamento do acampamento, integrantes do grupo invadiu a parte de cima da cúpula do Congresso, pelo lado do Senado Federal, onde é proibido o acesso ao público. Eles ficaram no local por cerca de 30 minutos. Depois, ocuparam o gramado em frente ao espelho d’água do Congresso.

Terra.com.br

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: