Durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, diversas ações foram desenvolvidas para tentar auxiliar os brasileiros e empresas que sofrem com o impacto econômico. Neste sentido, governo prometeu ajuda para médias e pequenas empresas para aliviar o setor financeiro delas. O grupo responde por metade dos empregos e 30% do PIB do país, mas mesmo com a liberação, estão com dificuldades de acessar o benefício.

De acordo com informações divulgadas à imprensa, até agora os bancos só realizaram a distribuição de 5% dos R$ 40 bilhões da linha de crédito prometidos pelo governo para ajudar no pagamento da folha de pequenas e médias empresas.

Com a quarentena instituída, estas empresas foram fortemente prejudicadas. Segundo reportagem do G1, no qual ouviu diversos empreendedores, as dificuldades na hora da solicitação de créditos são as mais diversas.

Um deles tentou crédito para pagamento dos funcionários, mas banco no qual é cliente rejeitou o pedido. A justificativa é de que faturamento geral do seu grupo supera os R$ 10 milhões de limite máximo.

Segundo ele, este tipo de ação já aconteceu com outros amigos. A análise que o proprietário faz é que por se tratar de uma taxa de juros baixa, o banco não vai querer realizar o empréstimo, pois não irá ganhar dinheiro.

fdr.com.br

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: