Noite de reencontros: Atlético revê Cuca em jogo contra o Santos, ex-clube de Sampaoli

A noite desta quarta-feira será de reencontros na Vila Belmiro. De um lado, o Atlético enfrenta o técnico Cuca, que conduziu o clube à conquista da Copa Libertadores de 2013. Do outro, o Santos revê Jorge Sampaoli, que teve passagem marcante pelo CT Rei Pelé em 2019. A bola rola a partir das 21h30, em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Cuca é considerado um dos maiores treinadores da história do Atlético. Pelo clube mineiro, foram 153 partidas, com 80 vitórias, 34 empates e 39 derrotas, um aproveitamento de aproximadamente 59,7% dos pontos disputados.

Contratado em agosto de 2011 pelo então presidente Alexandre Kalil, o técnico conduziu a equipe a dois títulos de Campeonato Mineiro (2012 e 2013), além da conquista continental. Deixou a Cidade do Galo no fim de 2013, após a frustrante eliminação na semifinal do Mundial de Clubes para o Raja Casablanca, de Marrocos.

No outro banco de reservas, estará Jorge Sampaoli. O argentino ficou apenas um ano à frente do Santos, mas construiu uma trajetória marcante na Vila Belmiro. Em 63 partidas, venceu 35, empatou 13 e perdeu 15 – um aproveitamento de 62,4% dos pontos disputados.

Não conquistou títulos pelo clube e acumulou eliminações (uma delas para o próprio Atlético, na Copa do Brasil), mas formou um dos times com melhor futebol no país. Foi vice-campeão brasileiro com 74 pontos, 14 a menos que o Flamengo.

Sampaoli falou sobre a expectativa de retornar à Vila Belmiro, desta vez como visitante, e revelou a estratégia para vencer o Santos: ser ofensivo. No entendimento do argentino, esse é o modo de parar o ataque adversário, comandado pelos pontas Marinho e Soteldo.

“Temos que atacar, temos que melhorar o ataque. Os lados do Santos são muito exigentes, basicamente os extremos, Soteldo, Marinho. Temos que ver se o jogo se planta muito no campo do Santos ou no nosso campo. Atacando ou não, vamos sofrer. Se nós atacarmos, esses jogadores vão ficar imersos em desaparições. Se o Santos domina, seguramente vão aparecer e vão fazer com que fique muito arriscado para nós”, disse.

Estado de Minas

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: