Um motorista de aplicativo de 27 anos foi preso na noite dessa quarta-feira (6) em São Gonçalo do Sapucaí, Região Sul de Minas Gerais. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) o prendeu no Km 805 da BR-381 sob a acusação de tráfico de drogas, já que foram encontradas três malas “recheadas” com 184 quilos de maconha.

De acordo com a PRF, o motorista do Hyundai HB 20 prata demonstrou ansiedade com a abordagem dos policiais. Por isso, a guarnição vistoriou o veículo e encontrou a droga, que estava dividida em 159 tabletes.

O fato aconteceu por volta das 22h40 de quarta. O jovem contou que receberia R$ 1,5 mil para levar a droga de São Paulo até Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas. A maconha foi entregue a ele no Bairro de Santa Efigênia, localizado no Centro da capital paulista e marcado pelo intenso comércio.

O preso tem passagens pela polícia por receptação. Ele foi encaminhado pelos policiais à delegacia de Pouso Alegre, também no Sul de Minas.

Outra apreensão

Também na noite dessa quarta, novamente na BR-381, a PRF apreendeu 185 quilos de maconha em Belo Horizonte. De acordo com a PRF, um Ford Fiesta foi abordado na altura do Km 480, ainda em Contagem, onde realizava ultrapassagens de risco. As equipes só conseguiram interceptar o veículo e prender o suspeito do crime já em BH.

Ao perceber que estava sendo seguido pelos policias, o motorista desviou para bairros às margens da rodovia, na Região Oeste de BH. Durante a fuga, ele bateu o veículo no muro de uma casa.

Ainda assim, o suspeito tentou fugir a pé, mas foi preso por dois policiais militares que estavam em motos.

A droga vinha de Foz do Iguaçu, no Paraná, cidade próxima à fronteira do Brasil com o Paraguai e com a Argentina, e seria levada até Nova Lima, na Grande BH.

A PRF encaminhou o detido à delegacia de Polícia Civil localizada no Barreiro, em BH.

Mais maconha

Na terça (5), também no período da noite, a PRF apreendeu 1,5 tonelada de maconha em uma abordagem a um caminhão realizada no Km 606 da BR 040, em Congonhas, Região Central do estado.

Durante a fiscalização, o motorista demonstrou nervosismo e não soube explicar o motivo da viagem. Cães farejadores foram deslocados e localizaram os entorpecentes em um compartimento oculto sob a carroceria do veículo.

Lá, os policiais encontraram 48 fardos com diversas barras de maconha.

O motorista contou que receberia R$ 10 mil para levar a droga de Campo Mourão (PR) até Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas Gerais, a poucos quilômetros de Congonhas.

Crescimento

A pandemia do novo coronavírus e o isolamento social adotado por parte da população não se estendeu ao tráfico de drogas. De acordo com números da PRF, as 15,5 toneladas de drogas apreendidas desde 11 de março superam em muito a média do estado.

Para efeito de comparação, no mesmo período de 2019, por exemplo, a polícia apreendeu 540 quilos de maconha em Minas, 13,4 toneladas a menos que neste ano.

Outros entorpecentes também tiveram grande crescimento no volume de apreensões. A cocaína, por exemplo, saltou de três gramas apreendidas para mais de uma tonelada durante a pandemia. Desde 11 de março, a PRF apreendeu 1,15 tonelada da droga em Minas.

A apreensão de crack saltou de 2,5 quilos para 26 quilos. Já o skunk (um tipo de maconha mais forte), que não foi apreendido nesta época em 2019, atingiu a marca de 73 quilos recolhidos durante a quarentena.

Ao todo, 53 pessoas foram presas por tráfico de drogas no período de 2020, contra seis detidos em 2019.

Estado de Minas

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: