Um homem infartou e morreu depois de tentar quebrar um caixa eletrônico e agredir um segurança no Aeroporto de Montes Claros, no final da manhã desta terça-feira (5). Por causa da pandemia de coronavírus (COVID-19), o aeroporto está praticamente parado, sem voos de carreira.

O agressor foi identificado como Rodrigo Silva Froes, de 42 anos. Ele aparece em um vídeo do sistema de segurança do saguão do aeroporto, que filmou as cenas de agressão. O vídeo circula nas redes sociais. O advogado sofria de esquizofrenia, segundo conhecidos dele.

O segurança do aeroporto sofreu ferimentos na cabeça, no rosto e na clavícula. Ele foi encaminhado para a Santa Casa de Montes Claros, onde passou por exames. O quadro é estável, segundo a assessoria do hospital.

Conforme testemunhas, o advogado tentou sacar dinheiro em um dos caixas eletrônicos localizados ao lado do ponto de parada para embarque e desembarque do aeroporto. Porém, não conseguiu fazer o saque, momento em que tentou quebrar o caixa eletrônico. Na sequência, já no saguão do aeroporto, ele foi abordado por um segurança. O homem passou a agredir o funcionário.

Na filmagem, o advogado – que seria mestre em capoeira, empurrou e passou a desferir socos no segurança, que se desequilibrou e caiu. Mesmo no chão, ele continou sendo chutado pelo homem.

As imagens mostram que pelo menos seis pessoas tentaram conter o homem em estado de fúria. Mas ele resistiu, usando golpes de capoeira. Após algum tempo, ele foi dominado, momento em que sofreu o infarto.

Conforme testemunhas, o advogado foi atendido pela equipe do Corpo de Bombeiros do aeroporto. Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) também foram chamados e tentaram reanimar o homem, mas não tiveram êxito, constatando sua morte.

Estado de Minas

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: