Atenção trabalhadores, o prazo para sacar o FGTS de R$998 se encerra nas próximas semanas. A classe terá até o dia 31 de março para ir até uma agência recebê-lo. Os valores variam de acordo com o número de contas ativas e inativas e devem ser retirados separadamente. O pagamento diz respeito a nova modalidade, intitulada de saque-imediato que teve início ainda em agosto de 2019.

Quem ainda estiver em dúvidas sobre como retirar o benefício deve ficar tranquilo, pois o procedimento é simples e pode ser realizado em um único dia. O pagamento varia de acordo com os vínculos bancários do cidadão.

Aqueles que forem clientes da Caixa Econômica Federal, com conta poupança, já têm a quantia depositada em seu perfil, precisando apenas sacar em um caixa eletrônico ou usando a função débito do seu cartão.

Já para quem é cliente com conta corrente, é necessário ligar para a instituição autorizando a transferência, o prazo de depósito é de até 48h e na sequência é preciso apenas sacar também nos eletrônicos.

Por fim, quem não possui nenhum vínculo com a Caixa, tem que ir até uma agência, podendo ser a mais próxima, com a carteira de trabalho em mãos.

Nesse caso, será preciso recolher uma senha de atendimento e se direcionar até os guichês para poder receber o pagamento em espécie. A liberação só será feita por meio da apresentação de documentos (RG, número do NIS e carteira profissional) que comprove a titulação do beneficiário.

Há muitos que ainda não sabem quanto podem retirar e se têm direito ao FGTS de R$998. O primeiro passo para receber é possuir saldo no fundo de garantia e ter trabalhado de carteira assinada. Como a medida funciona como uma espécie de gratificação, não são exigidos tempos mínimo de oficio.

O FGTS de R$ 998 é ofertado apenas para quem, durante junho de 2019 (data de validação da MP) tinha um saldo igual a esse no seu fundo de garantia. Quem somou valor superior, por conta, pode receber até R$500.

Mas, vale lembrar que os limites estão relacionados a cada fundo do trabalhador, seja ativo ou inativo. Então, por exemplo, quem tem R$900 na conta 1 e R$1.200 na conta 2 pode zerar a primeira e sacar até R$500 da segunda.

Para poder consultar a quantia e número de contas liberadas, basta acessar o site da Caixa ou então o aplicativo FGTS. Informando o número do NIS e a data de nascimento, o usuário poderá ter acesso a todos os dados de seu registro.

Estado de Minas

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: