Para avançar à segunda fase da Copa Sul-Americana, o Atlético precisa de uma atuação quase perfeita diante do Unión-ARG, no Independência. Os resultados neste início de 2020, porém, indicam que o time terá dificuldades para conseguir o feito de virar o confronto após perder o jogo de ida por 3 a 0. Os números desta temporada em partidas oficiais são os piores desde 2004.

Em oito jogos disputados, o Atlético do técnico Rafael Dudamel venceu três, empatou outros três e perdeu dois, aproveitamento de apenas 50% dos 24 pontos disputados. Foram nove gols marcados e seis sofridos, com saldo de três. Em 2004, há 16 anos, a campanha foi exatamente a mesma, mas com saldo de gols pior: dois (12 gols marcados e dez sofridos).

Veja o desempenho do Atlético ano a ano:

2020 – 12 pontos (três vitórias, três empates e duas derrotas, com nove gols marcados e seis sofridos e saldo positivo de três)
2019 – 17 pontos (cinco vitórias, dois empates e uma derrota)
2018 – 12 pontos (três vitórias, três empates e duas derrotas, com 11 gols marcados e seis sofridos e saldo positivo de cinco)
2017 – 19 pontos (seis vitórias, um empate e uma derrota)
2016 – 16 pontos (cinco vitórias, um empate e duas derrotas)
2015 – 13 pontos (quatro vitórias, um empate e três derrotas)
2014 – 14 pontos (quatro vitórias, dois empates e duas derrotas)
2013 – 21 pontos (sete vitórias, nenhum empate e uma derrota)
2012 – 24 pontos (oito vitórias, nenhum empate e nenhuma derrota)
2011 – 19 pontos (seis vitórias, um empate e uma derrota)
2010 – 13 pontos (três vitórias, quatro empates e uma derrota)
2009 – 17 pontos (cinco vitórias, dois empates e uma derrota)
2008 – 16 pontos (cinco vitórias, um empate e duas derrotas)
2007 – 14 pontos (quatro vitórias, dois empates e duas derrotas)
2006 – 15 pontos (quatro vitórias, três empates e uma derrota)
2005 – 19 pontos (seis vitórias, um empate e uma derrota)
2004 – 12 pontos (três vitórias, três empates e duas derrotas, com 12 gols marcados e dez sofridos e saldo positivo de dois)

Em 2018, o Atlético também somou apenas metade dos 24 pontos disputados nos oito primeiros jogos oficiais. Porém, naquela temporada o saldo de gols do time foi melhor que o deste ano: cinco contra três. A sequência ruim aliada à reação diante de uma pergunta do jornalista Léo Gomide fizeram com que o técnico Oswaldo de Oliveira fosse demitido pelo presidente Sérgio Sette Câmara.

Neste ano, o entendimento da diretoria é que já pressionado Dudamel precisa de mais tempo para dar padrão de jogo à equipe e conseguir os resultados desejados. O venezuelano trabalha pela primeira vez como treinador fora do país onde nasceu e ainda não conta com todos os jogadores do elenco alvinegro à disposição.

Outro fator considerado pela diretoria é o curto tempo de trabalho de Dudamel. Do início da pré-temporada até esta terça-feira, passaram-se apenas 41 dias. Desse período, foram duas semanas de preparação antes do início das competições. A estreia no ano foi numa terça-feira, 21 de janeiro. De lá para cá, a equipe jogou consecutivamente, sem pausas durante a semana, em três torneios: Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana.

Os oito jogos do Atlético em 2020:

Uberlândia 0 x 1 Atlético (em 21 de janeiro, pelo Campeonato Mineiro)
Atlético 5 x 0 Tupynambás (em 26 de janeiro, pelo Campeonato Mineiro)
Coimbra 0 x 0 Atlético (em 29 de janeiro, pelo Campeonato Mineiro)
Atlético 1 x 1 Tombense (em 2 de fevereiro, pelo Campeonato Mineiro)
Unión-ARG 3 x 0 Atlético (em 6 de fevereiro, pela Copa Sul-Americana)
URT 0 x 1 Atlético (em 9 de fevereiro, pelo Campeonato Mineiro)
Campinense 0 x 0 Atlético (em 12 de fevereiro, pela Copa do Brasil)
Atlético 1 x 2 Caldense (em 16 de fevereiro, pelo Campeonato Mineiro)

Ao falar sobre o momento do Atlético, Dudamel elogiou o desempenho desse domingo contra a Caldense, apesar da derrota. O treinador pediu apoio aos torcedores e repetiu que precisa de tempo até que o time alcance um nível superior. “A equipe vai melhorando. Não peço paciência, eu peço apoio e força aos nossos torcedores. Eles querem ganhar. Nós também queremos ganhar, mas uma equipe não se constrói do dia para a noite”, disse.

A partir das 21h30 desta quinta-feira, o Atlético de Dudamel terá o desafio de virar o confronto com o Unión-ARG. Para avançar, o time precisa de uma vitória por pelo menos quatro gols de vantagem no Independência. Triunfo alvinegro por 3 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outro resultado é favorável aos argentinos.

Detalhes para assistir ao jogo
O duelo entre Atlético e Unión-ARG terá transmissão exclusiva da plataforma de streaming DAZN.

Estado de Minas

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: