Um atropelamento por motocicleta, por volta das 20h30min de segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020, na altura do km 18 da MG-436 em Barão de Cocais, resultou na morte de José Geraldo Gomes, de 58 anos. O jovem Nelvan Martins dos Santos, de 23 anos, é o principal suspeito de ser o piloto que abandonou a motocicleta e fugiu após o acidente.

Segundo informações, a vítima, José Geraldo, teria saído de uma trilha e atravessado a rodovia quando acabou sendo atropelado pela motocicleta Honda XRE 300, de cor vermelha, placa PWN-7288, que seguia sentido Barão de Cocais. Devido ao atropelamento, José Geraldo sofreu fratura exposta na perna esquerda e traumatismo craniano.

Uma equipe do resgate voluntário da cidade esteve no local e socorreu a vítima para o hospital da cidade, porém, José Geraldo, após dar entrada na unidade de saúde, não resistiu aos ferimentos e faleceu. Populares informaram que a vítima estava morando em uma carreta, danificada, que fica estacionada no pátio de uma siderúrgica.

A Polícia Militar foi avisada do acidente, mas na chegada dos militares o piloto, que também sofreu ferimentos ao tombar com o veículo, já havia fugido deixando a motocicleta para trás. Os policiais fizeram diligências e o jovem Nelvan Martins foi identificado como suspeito de ser o piloto, ele não foi encontrado para prestar esclarecimentos.

A motocicleta envolvida no acidente estava com a documentação irregular e foi apreendida. O veículo foi encaminhado ao pátio credenciado. Segundo a polícia, o irmão do suspeito de ser o piloto, Ítalo Martins dos Santos, de 24 anos, fez contato com a PM dizendo que seria o dono da motocicleta e que ela havia sido furtada, porém entrou em contradição e acabou sendo preso por suspeita de falsa comunicação de crime.

Thales Benício – Caraça FM

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: