A Polícia Militar (PMMG) prendeu na madrugada deste domingo, 12, um homem acusado de esfaquear seis pessoas durante uma briga na festa “Esquenta”, na zona rural de Lagoa Formosa, no Triangulo Mineiro. De acordo com a PM, o autor teria tentado separar uma briga e golpeou a ermo as vítimas após ter sido atingido na cabeça. Duas pessoas foram encaminhadas para o Hospital Regional em Patos de Minas em estado grave. As outras quatro tiveram ferimentos superficiais e foram atendidas no Hospital Municipal de Lagoa Formosa.

Adilson Soares, 38 anos, conhecido como “Adilson Veião” fugiu do local do esfaqueamento e foi encontrado em Monjolinho de Minas, apresentando sinais de ter ingerido bebida alcoólica e ainda continuava agressivo. O homem, quando identificado, estava portando uma faca, um canivete e um espeto de churrasco. As vítimas foram socorridas e levadas para hospitais da região por alguns participantes da festa.

Um adolescente, de 17 anos, sofreu um corte abdominal profundo e uma jovem, de 19, teve uma grave perfuração peitoral do lado esquerdo e um corte profundo no tórax. Ambos foram submetidos a cirurgias. As outras quatro vítimas tiveram cortes mais leves, porém continuam sob cuidados médicos no Hospital Municipal de Lagoa Formosa e foram orientadas a procurar a delegacia de polícia para as devidas providências.

“Veião” assumiu o crime e afirmou ter esfaqueado aleatóriamente as pessoas que se aproximavam dele depois de ter sofrido um forte golpe na cabeça, enquanto tentava separar uma briga. Adilson foi conduzido até o hospital com uma contusão leve no couro cabeludo. No entanto, ele assinou a ficha de atendimento, se recusando a ser medicado. Adilson foi conduzido para a delegacia de Patos de Minas para ser ouvido pela autoridade policial.

Estado de Minas

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: