Um dos representantes mineiros no UFC decidiu dar uma ‘pausa’ na carreira. Rafael ‘Sapo’ Natal, oriundo do Barreiro, em BH, e que reside e treina em Nova York, anunciou a saída da organização, em postagem nas redes sociais. Aos 34 anos, ele vem de três derrotas consecutivas na divisão peso médio e decidiu dedicar mais tempo à família e a seus alunos, mas evitou tratar o afastamento como uma aposentadoria definitiva do esporte.
Rafael Sapo escreveu nas redes sociais um post em tom de breve despedida, relembrou os 15 anos de carreira, com 31 lutas disputadas, e aproveitou para agradecer a seus treinadores nas artes marciais mistas. Além da família, ele pretende dedicar mais tempo aos alunos da ‘Sapo Team’. Recentemente, ele abriu uma academia no Barreiro para oferecer aos iniciantes os ensinamentos do jiu-jítsu, sua especialidade. Em Nova York, o mineiro treina e dá aulas na Gracie Fusion, pertencente a Renzo Gracie.
“Galera, é tempo de mudança. (Alguns podem ver isso como um anúncio de aposentadoria, mas meus anos neste esporte me ensinaram a nunca dizer nunca!) Eu amei essa viagem incrível e as pessoas fabulosas com as quais eu trabalhei, treinei e lutei em ambas as partes da vitória. Mais de 15 anos, 31 lutas (incluindo 17 no UFC), depois de embarcar em uma carreira de atleta com a qual eu me dediquei 10000% desde o primeiro dia, estou pronto para um novo desafio. Agora preciso me concentrar em outras partes da minha vida, incluindo minhas academias e alunos, minha namorada e minha amada Mãe, Pai, irmãos e toda minha família … Então, veremos o que vem depois. Fiquem atentos – e agradeço a todos que se juntaram a mim neste passeio inesquecível. Gostaria de agradecer a minha família do UFC por me ajudar a me tornar um dos pioneiros neste “novo” esporte. Pela minha família, namorada, amigos e fãs que me encorajaram e me apoiaram nos altos e baixos dessa carreira – continuo a agradecer pelo seu amor incondicional. Dou um agradecimento especial aos meus treinadores e empresário (Draculino, Renzo, Phil, Roman, Ali, Perna Longa, John e todos) e alunos cujo trabalho árduo e dedicação me ensinaram mais do que eu pensava que poderia aprender. Eu escrevo isso humildemente, pois sempre estarei ligado à comunidade do MMA, todos os agradecimentos a Jesus Cristo, com fé e convicção de que o próximo capítulo será escrito por ele. Obrigado e Deus abençoe a todos.”
Rafael Sapo começou no MMA profissional em 2005, participando de eventos menores no Brasil. Depois de se mudar para os EUA, estreou no UFC em 2010, com derrota por pontos para Rich Attonito. Ele teve duas boas sequências no peso médio, emplacando três vitórias, sobre Sean Spencer, João Zeferino e Tor Troeng, todas em 2013. Depois, na melhor fase, conquistou quatro triunfos seguidos, diante de Chris Camozzi, Tom Watson, Uriah Hall e Kevin Casey. Mas perdeu embalo ao sair derrotado nas três últimas lutas, contra Robert Whittaker, Tim Boetsch e Eryk Anders.
Em 17 lutas no UFC, entre 2010 e 2017, Sapo venceu nove, empatou uma e perdeu sete vezes. No MMA profissional, em 31 participações, venceu 21, saiu derrotado em nove ocasiões e deixou o cage com uma igualdade.  Ele chegou a figurar na lista dos 15 melhores lutadores no ranking peso médio do Ultimate Fighting Championship.
Fonte: SuperEsportes

Comentarios

Comentarios