Pelo menos 257 pessoas morreram na queda de um avião militar da Argélia nas proximidades da capital, Argel, na manhã desta quarta-feira, informou o Ministério da Defesa do país. Trata-se do acidente aéreo mais mortífero da história desse país do norte da África.

O Ministério da Defesa afirmou que entre os mortos há militares e seus familiares, além de dez tripulantes.

O avião caiu em um campo pouco após partir da base aérea militar Boufarik, a sudoeste da capital, segundo a informação oficial. A aeronave seguiria para Bechar, ainda na Argélia, mas perto da fronteira com o Marrocos, com uma parada prevista em Tindouf, informaram os militares argelinos.

Não estava ainda claro o que havia causado o acidente nem qual era o propósito do voo. A agência estatal argelina informou que o avião era um Ilyushin Il-76, fabricado na Rússia. O Ministério da Defesa informou que já foi apontada uma comissão para investigar as causas do acidente. Fonte: Dow Jones Newswires.

Estado de Minas

Comentarios

Comentarios