O Cruzeiro pode ter em seu próprio rendimento dentro de campo a solução para superar os problemas financeiros mencionados pelo vice-presidente de futebol Itair Machado e, quem sabe, viabilizar uma grande contratação futura. Os torneios de mata-mata em que o time está na disputa renderão aos campeões uma premiação gorda.
A Copa do Brasil, no ponto de vista financeiro, é mais interessante para os brasileiros. Só pela vitória na decisão, o ganhador embolsará R$ 50 milhões. Se esse time entrou a partir das oitavas de final por estar representando o Brasil na Libertadores, como é o caso do Cruzeiro, a quantia acumulada será de R$ 62 milhões. Já a equipe oriunda das fases iniciais – casos de Bahia e Atlético-PR – tem possibilidade de faturar mais de R$ 67 milhões em caso de conquista.
Como venceu o Atlético-PR no jogo de ida por 2 a 1, na Arena da Baixada, em Curitiba, o Cruzeiro precisa empatar a partida de volta, no Mineirão, para avançar às quartas de final. Esse duelo ocorrerá na segunda-feira, 16 de julho, às 20h, no Mineirão.
Já a Copa Libertadores, competição mais cobiçada da América do Sul, pagará ao campeão US$ 10,85 milhões. É preciso ressaltar que uma parcela do dinheiro já está assegurada no Cruzeiro: US$ 1,8 milhão, pelos três jogos como mandante na fase de grupos, e US$ 750 mil, pela presença nas oitavas de final diante do Flamengo. O clube, portanto, receberá mais US$ 8,3 milhões na medida em que avançar até o eventual tricampeonato.
Na cotação atual, a premiação pelo título da Libertadores seria de R$ 41,8 milhões. Somada à quantia da Copa do Brasil, a arrecadação chegaria a quase R$ 104 milhões. Essa importância financeira corresponde a 30% da receita operacional da Raposa em 2017, conforme balanço patrimonial divulgado em abril. Vale lembrar que esse documento da gestão do ex-presidente Gilvan de Pinho Tavares não passou pela aprovação do Conselho Deliberativo.
Campeonato Brasileiro
As equipes participantes do Campeonato Brasileiro ainda não chegaram a um acordo com a Confederação Brasileira de Futebol sobre o prêmio pela participação na competição. Segundo informação publicada pelo portal Uol em fevereiro, a CBF propôs reajustar os valores com base na inflação (2,95% em 2017, de acordo com o IBGE). Isso significaria um crescimento de ‘apenas’ R$ 500 mil na receita destinada ao campeão – de R$ 18 milhões para R$ 18,5 milhões. Os clubes vislumbram um aumento de pelo menos 11%. A decisão será anunciada provavelmente entre setembro e outubro.
O Cruzeiro, que terminou o Brasileiro de 2017 na quinta posição (57 pontos), arrecadou pouco mais de R$ 4 milhões (sem considerar impostos). Em 2018, o time de Mano Menezes está em oitavo lugar, com 18 pontos (cinco vitórias, três empates e quatro derrotas), a nove do líder Flamengo.
Prêmios nos torneios de mata-mata
Copa do Brasil
– Oitavas de final: R$ 2,4 milhões *
– Quartas de final: R$ 3 milhões
– Semifinal: R$ 6,5 milhões
– Vice-campeão: R$ 20 milhões
– Campeão: R$ 50 milhões
Valor acumulado pelo título: 61,9 milhões
Copa Libertadores
Fase de grupos: US$ 600 mil por jogo como mandante *
– Oitavas de final: US$ 750 mil *
– Quartas de final: US$ 950 mil
– Semifinal: US$ 1,35 milhão
– Vice-campeão: US$ 3 milhões
– Campeão: US$ 6 milhões
Estado de Minas

Comentarios

Comentarios