Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), todos os anos são diagnosticados 61 mil novos casos de câncer de próstata no Brasil. É o segundo tipo de câncer mais frequente em homens – fica atrás apenas dos tumores de pele não-melanoma. Somente em 2016, 13 mil brasileiros morreram em decorrência da doença. Número que pode ser reduzido a partir das atividades de conscientização.

Se diagnosticado precocemente, o câncer de próstata pode ser curado em até 90% dos casos. Ciente da necessidade de vencer paradigmas e contribuir para uma sociedade mais saudável, o Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) participa da campanha “Novembro Azul”, que acontece em todo o Brasil durante o mês de novembro, por meio de ações de conscientização sobre a doença.

Para isso, o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) da instituição fez o agendamento de exames de PSA (Antígeno Prostático Específico), usado para a diagnosticar a doença, para colaboradores com idade igual ou superior a 45 anos. Também distribuiu laços azuis em alusão à campanha.

Além disso, nos dias 13 e 14 de novembro foi montado um stand para orientar os funcionários do hospital quanto a prevenção do câncer de próstata. A ação contou com distribuição de folhetos, sorteio de brindes e entrega de bigodes postiços alusivos ao “Novembro Azul” e squeezes personalizados. A campanha alcançou os 130 colaboradores do sexo masculino do HNSD.

“A campanha ‘Novembro Azul’ no HNSD é de grande importância, pois, com a conscientização, muitos deixam de lado o preconceito e levam as informações adquiridas para fora do ambiente de trabalho. A partir de um melhor conhecimento sobre o assunto, há grande envolvimento do público-alvo, o que possibilita o diagnóstico da doença por meio da avaliação médica, com toque retal e dosagem de PSA. A identificação precoce aumenta as chances de um tratamento eficaz”, destaca Anna Carolina Soares, enfermeira-coordenadora do SESMT.

Adoção de hábitos saudáveis aliada a prática de atividade física regular, alimentação balanceada, uso moderado de bebidas alcoólicas e manter o peso adequado são elementos importantes para a manutenção de uma boa saúde e reduzir as chances de desenvolver a doença.

“Ainda existe um preconceito e um tabu em relação ao exame do câncer de próstata e precisamos fazer esse tipo campanha para quebrar esses paradigmas. O câncer é uma doença cruel e que prejudica tanto o enfermo quanto à sua família. Então precisamos chamar atenção para a conscientização, cuidados e diagnóstico precoce da doença”, alerta Vaquimar José Vaz, provedor do HNSD.

Comentarios

Comentarios