O Atlético terminou a primeira fase do Campeonato Mineiro com a melhor campanha e, depois de empatar com URT no último domingo (1 a 1), só precisa de nova igualdade para avançar à decisão. Na Libertadores, o Galo lidera o Grupo 6, ao lado do Godoy Cruz, com quatro pontos. Apesar das boas campanhas, o futebol praticado pelo time de Roger ainda não agrada a todos.

No desembarque no Paraguai, na noite dessa segunda-feira, o atacante Fred disse entender a cobrança de parte da torcida. “A gente tem consciência que o trabalho está sendo feito com muita dedicação, todo mundo tentando fazer o melhor possível, a gente sabe que a cobrança acaba sendo natural. Internamente, a nossa confiança é muito grande. Vamos tentar juntar forças e trazer todo mundo para o nosso lado para ficarmos mais fortes ainda”, afirmou.

“Estamos na semifinal do Campeonato Mineiro, lideramos o grupo na Libertadores, é um início de trabalho, nós, jogadores, sabemos da nossa responsabilidade também, estamos tentando fazer o máximo, temos muita confiança em todo mundo, e as coisas vão dar certo este ano para a gente. O pensamento é só positivo”, acrescentou Fred.
O Atlético enfrenta o Libertad, nesta quarta-feira, às 21h45, pela terceira rodada do Grupo 6 da Copa Libertadores. Uma vitória pode encaminhar a classificação do Galo para as oitavas de final.

“O objetivo principal é a vitória, não é fácil, mas a gente vai se concentrar bem, se preparar bem, para chegar nesta quarta-feira e surpreender o adversário”, disse o atacante alvinegro, que volta ao time após ser desfalque no Campeonato Mineiro. Fred foi punido pelo TJD-MG por dar um soco no zagueiro Manoel, do Cruzeiro. O Galo recorre para tê-lo na decisão, caso elimine a URT e avance na competição.

Estado de Minas

Comentarios

Comentarios