O ex-jogador de vôlei, Giba, disse que foi obrigado a pedir dinheiro emprestado com amigos para pagar R$ 80 mil que deve de pensão alimentícia para seus dois filhos com a também ex-jogadora Cristina Pirv. “A vida não está fácil pra ninguém. Estou muito triste mesmo”, disse Giba, nesta terça-feira.

Em coletiva de imprensa nesta manhã, Giba e seus advogados reforçaram que ele pagou a pensão tanto quanto podia. A defesa disse que o ex-jogador tem os recibos guardados. Os mais de R$ 80 mil teriam sido pagos no último dia 2. Os advogados acrescentaram que Giba paga, por mês, R$ 6 mil para os dois filhos, mas que Cristina exige que essa quantia seja de R$ 12,7 mil. Ela alega que Giba nunca apresentou comprovantes que mostram que ele não tem condições de pagar o que a ex-mulher exige e que Giba foi quem se ofereceu para pagar pensão, em 2013.Giba alega que pediu a revisão do valor da pensão, porque não estava ganhando a mesma quantia que no início da carreira.

Ele afirmou, ainda, que pagou o valor que ela pediu por medo de ser preso e não por pressão da imprensa ou das redes sociais.

Cristina Pirv mora em Curitiba. Na coletiva, os advogados de Giba informaram que entraram com um pedido na Justiça para que Pîrv apresente uma agenda de gastos com o valor pago recentemente.

Estado de Minas

Comentarios

Comentarios