O engenheiro Reginaldo Gomes Vilarino, 32 anos, foi brutalmente assassinado nas proximidades do Campo Alegre na zona rural de Bom Jesus do Amparo. O latrocínio teria ocorrido na noite de quinta-feira, 9 de agosto de 2018, mas o corpo da vítima só foi encontrado na manhã de hoje na localidade de Peti na zona rural de São Gonçalo do Rio Abaixo. A polícia agiu rápido e conseguiu prender os suspeitos Ícaro Gilberto Silva Anunciação, 20 anos, e Rafael Augusto de Lima Duarte, 22 anos.

De acordo com as informações, Reginaldo Gomes teria anunciado o seu Volkswagen Fox, Rock In Rio, cor branca, placa OQW-2622, na rede social, e o suspeito Ícaro Gilberto, foi quem entrou em contato com a vítima e passou a negociar o veículo oferecendo o pagamento no valor de aproximadamente R$ 30 mil à vista.

Segundo informações, na semana passada, Reginaldo Gomes teria ido até Cocais onde mostrou o carro para Ícaro Gilberto. Na tarde de ontem (9), a vítima teria fechado a venda com o suspeito, então preencheu o Certificado de Registro de Veículo (CRV), esteve em um cartório na cidade de Itabira para reconhecer firma e saiu em direção a Barão de Cocais.

De acordo com o Capitão Ednilson, a Polícia Militar recebeu uma denúncia informando que dois homens haviam fugido em uma motocicleta após ter abandonado um Fox que teria batido contra um caminhão na MG-436, próximo ao Distrito de Cocais. Os militares estiveram no local denunciado e ficaram surpresos ao deparar com manchas de sangue e massa encefálica no porta-malas do veículo que foi removido para o pátio credenciado.

Durante as diligências que duraram toda a madrugada, os militares conseguiram deter Ícaro Gilberto que teria negociado o carro com a vítima. Em conversa com os policiais, o suspeito negou sua participação no crime, mas afirmou que teria falado para Rafael Augusto qual seria a hora que iriar pagar a vítima o valor referente a compra do carro, alegando ainda que Rafael Augusto teria lhe ameaçado dizendo que queria o dinheiro.

Os militares foram até a casa do suspeito Rafael Augusto que acabou preso, ele também negou ter matado a vítima, mas assumiu ter participado do crime e não quis dar mais detalhes sobre o caso. Os militares apreenderam duas espingardas, aparentando serem calibre 28, sendo que uma delas possivelmente foi utilizada para executar a vítima.

O corpo de Reginaldo Gomes foi encontrado por volta das 10h30min da manhã de hoje (10) na localidade de Peti na zona rural de São Gonçalo do Rio Abaixo, local apontado por Ícaro Gilberto. A perícia técnica da Polícia Civil após os trabalhos que duraram cerca de 40 minutos, liberou para que o corpo da vítima, que apresentava ferimentos na região da cabeça, fosse removido para o Instituto Médico Legal (IML) na cidade de Itabira, aonde será examinado por um médico legista.

Durante o registro da ocorrência, por volta das 17h40min, os militares receberam informações e retornaram ao Distrito de Cocais aonde encontraram a mochila com o notebook e a carteira com os documentos da vítima. A Polícia Civil também está empenhada no caso e busca maiores informações na tentativa de identificar uma terceira pessoas que teria participado do crime.

***É proibido a reprodução parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização.

Comentarios

Comentarios