A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou na tarde desta segunda-feira, um dia após o fim do Campeonato Brasileiro, a atualização de seu ranking de clubes. O Cruzeiro aparece no topo da lista ao lado do Palmeiras, com 15.288 pontos. A Raposa subiu seis colocações em relação ao último levantamento divulgado pela entidade máxima do futebol, em dezembro de 2016. Na ocasião, o clube celeste registrava 14.202 pontos.
O pentacampeonato da Copa do Brasil, conquistado em setembro, foi o que proporcionou o crescimento vertiginoso do Cruzeiro no ranking. Os 600 pontos referentes à conquista foram multiplicados por cinco, totalizando 3.000. Também entram, mas com peso menor, os troféus dos Campeonatos Brasileiros de 2013 (x1) e 2014 (x2), a final da Copa do Brasil de 2014 (x2) e a semifinal da Copa do Brasil de 2016 (x4). É que a Confederação considera os resultados obtidos nos cinco anos anteriores.
Já a quinta colocação no Campeonto Brasileiro deu ao Cruzeiro 552 pontos, que também foram multiplicados por cinco: 2.760. E a temporada 2012, de resultados bastante modestos para o clube – nono lugar na Série A e oitavas de final na Copa do Brasil –, acabou saindo de cena. Assim, o Cruzeiro chegou aos 15.288 pontos, número superior aos de Grêmio (caiu do 1º para o 3º lugar), Santos (subiu de 4º para 3º), Corinthians (caiu de 4º para 6º) e Atlético (manteve-se em 5º).
Se existisse critério de desempate, o Cruzeiro estaria à frente do Palmeiras, pois somou mais pontos que o alviverde em 2017: 5.760 a 5.200. Além disso, ganhou mais títulos nacionais nos últimos cinco anos. A Raposa levou para Belo Horizonte dois Brasileiros e uma Copa do Brasil, enquanto o alviverde paulista levantou os troféus de uma Copa do Brasil e um Campeonato Brasileiro.
Estado de Minas

Comentarios

Comentarios